DireitoNilsa Cristina

Por que algumas mulheres não conseguem denunciar uma agressão?

Olá! Meu nome é Nilsa Cristina tenho 32 anos sou advogada!

Recebi um convite muito especial para compartilhar um pouquinho do mundo jurídico direcionada as Mulheres, irei trazer vários temas interessantes que possa ajudar de alguma forma a mulheres que estão passando por momentos de turbulência e mostrando que todas tem capacidade de passar por cima e superar cada momento!

Hoje em dia falar em violência domestica parece ser meio que corriqueiro, por que corriqueiro? porque está na mídia o tempo todo, virou um assunto diário, e que a cada dia vem aumentando mais e mais, algumas mulheres conseguem denunciar outras não.

Por que algumas mulheres não conseguem denunciar uma agressão?
Dentre vários casos a maioria das mulheres não denunciam por MEDO, medo apanharem novamente, medo de perder a pessoa, medo de morrer, medo de perder um ente querido, medo de não conseguir seguir e m frente.
O medo está ligado em nosso cotidiano, temos medo do novo, medo da mudança, medo de falar algo, medo de ser reprimida por alguém. Mediante ao Medo deixamos de fazer coisas importantes, mudanças necessárias, perdemos oportunidades e assim em diante.

Nos mulheres devemos estar sempre atentas ao que acontece em nosso redor, analisar o comportamento das pessoas em quem depositamos nossa confiança, para que qualquer sinal de abuso, agressão possa ser contida no início, sei que não é facil, porém as pessoas é conosco aquilo que deixamos ser.

Toda mulher merece e deve ser tratada com respeito, com amor, nos sabemos que as tarefas diárias são bem puxadas, mas nos damos conta do recado, somos fortes, dedicadas, e não podemos e nem devemos receber menos que merecemos.

Desde criança aprendi que a violência não leva a lugar algum. e esse dizer é real. Devemos olhar pra si com mais amor, amar cada detalhe nosso, cada curva do nosso corpo, acordar pela manhã olhar no espelho e falar EU SOU O MAXIMO, SOU LINDA, MARAVILHOSA!

Devemos criar o habito de nos elogiar, de nos amar, de nos presentear, não devemos esperar que o outro faça isso por nós, toda mudança deve começar de dentro para fora E por NÓS!

Em relação a violência domestica cabe a nos mulheres lutar -mós para que nossos direitos seja garantido e mantido, direito de não apanhar de ninguém, direito de ir e vir, direito de vestir como queremos, direito de ser nos mesmas sem preconceito, sem violência, de ser como queremos.. temos que ser o que queremos ser, sem padrões que coloquem a forma de como agir, de como vestir, de como o nosso corpo deva ser.. temos que ser como queremos e não como a sociedade acha que devemos ser.

Se você não gosta do que vê no espelho, procure melhorar, mas por você não por que fulano ou ciclano ache que você deveria ser de outro jeito, sinceramente Dane-se o que a sociedade acha, o importante é você se sentir bem, você gostar do que esta vendo, devemos buscar melhorias sempre quando acharmos que é necessário , por que queremos e não por fulano, ciclano ou beltrano. Chega de imposições quanto ao que é certo ou errado. O que é certo para mim, não é certo para outra pessoa, o que é certo para outra pessoa não é certo para mim, e assim por diante.

Devemos nos impor, mas, não com soberbia, com autoritarismo, devemos nos impor quanto as nossas vontades, nossos direitos, com empatia, com respeito, não somos melhores e nem piores que ninguém, somos seres humanos em busca dos momentos de felicidade, de prazer. Há décadas atrás as mulheres eram consideradas apenas como reprodutoras, eram vistas e consideradas apenas para ter filhos, não podia sentir prazer, eram mutiladas.

Ou seja, desde os nossos antecedentes ja existiam a violência doméstica, a mulher tinha que trabalhar sem ganhar nada, não podia sentir prazer, apanhavam, eram traídas, eram mutiladas, nascidas para servi, olha que absurdo!
Ainda bem que os tempos mudaram, nos trabalhamos muito e conquistamos nosso espaço, mostramos ao mundo que a mulher não é apenas um objeto sexual, reprodutora, escrava. demoramos muitos anos para conquistar nosso espeço, não devemos aceitar que homens, bom não podemos chamar de Homem que agride uma mulher, tire nossas conquistas, não podemos aceitar menos que merecemos. somos O Maximo!
E merecemos respeito!

Se você esta passando por um momento dificil em casa não desanime, procure estar sempre ao lado de pessoas que pensem como você, procure ser positiva, ande com pessoas grandes, para que ela lhe encoraje a crescer, não aceite menos que você mereça, não aceite ser agredida, não aceite trabalhar em um lugar onde é menosprezada, procure sempre o que for melhor para você! Não desista dos seus sonhos!

Se você for agredida fisicamente ou verbalmente por um homem, DENUNCIE! Não se cale diante a tanta crueldade, não se cale diante possessividade, diante ao medo, você pode reverter essa situação, quem bate uma vez, vai bater outras.. NÃO ACEITE! Infelizmente os agressores não mudam, eles irão bater, pediram desculpas e depois esquece e bate de novo, e de novo, ate matar você!

Em alguns casos matam mesmo, em outros matam sua autoestima, tiram seu brilho, sua vontade de viver!! Não deixe que isso aconteça, lute pelos seus DIREITOS, não banque a valentona e agrida o agressor, pois você ira apanhar feio, ele possui mais forças físicas que você, não deixe que ele destrua seu psicológico, sua vida!! Lembre-se você pode mais!! Você é incrível, você é O MAXIMO!

Ninguém vem com estrela na testa ou com manual, mas observe cada sinal que ele lhe transmite, cada detalhe, qualquer sinal que possa ser toxico, fuja! Corra!! É fria e pode custar sua liberdade, sua vida!! Não aceite menos que você mereça! Seja O MAXIMO, seja incrível, seja o que você quiser ser! Sabe por que? POR QUE VOCÊ PODE! PODE SER QUEM VOCÊ QUISER!

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo